terça-feira, 17 de janeiro de 2012

mas acontece que eu sorri para ti!

Antes eu diria: me compre uma cerveja, leve de brinde meu coração! Alguém do outro lado da linha iria sorrir. Hoje em dia é preciso um pouco mais de destilado e menos fermentado pra segurar certas coisas, no entanto.

Agora, só me leva embora quando trouxer um sorriso largo, uma vodka e um poema de Drummond, serve decorado, juro que não tem problema! depois dos 20 nós reconhecemos a técnica de vocês, rapazes, e não tem problema se esquecer o último parágrafo! Contanto que saiba refletir acerca da vida sem demonstrar auto suficiência demais, e encarar alguns filmes do Woody sem falar que é pseudo intelectual ou Cult. Isso ofende qualquer moça que goste de flores. E somos muitas, aliás.

Teria que andar na chuva e dispor os braços para cobertor, poucas coisas são tão verdadeiras quanto acordar com um braço cheio de câimbras e a pessoa que se ama ao lado. E ah! Claro, nem todas são iguais.

Vejam só, meninas, não existe astrologia confiável pro tal do príncipe encantado aparecer, às vezes ocorre tudo ao contrário, tem gente que ainda recebe flores e uma mensagem depois da ressaca moral da night passada. Um bom telefonema e a chance final de não conseguir evitar os mini ataques cardíacos também estão no pacote. Eu só consigo imaginar todas aquelas vitrolas tocando Chico, Caetano, Novos Baianos, e meu coração se rasgando depois de um ou dois meses na companhia de Amy. Coração Não é Tão simples quanto pensam alguns rapazes mais bonitos da cidade.


2 comentários:

Patricia disse...

Olha só que blog lindo!!!

Concordo com essa descrição de príncipe: "Teria que andar na chuva e dispor os braços para cobertor, poucas coisas são tão verdadeiras quanto acordar com um braço cheio de câimbras e a pessoa que se ama ao lado."

Achei o meu Encantado que faz isso. Torço para que todas tenham o seu encantado também...

Jéssica, a antropofágica disse...

Ah, um dia a gente aprende essas coisas e começa a colocá-las em prática. E tudo fica tão doce e tão simples que a gente não consegue entender de onde tirou tanta complicação.
Que os ares daí te mandem de volta novinha. E linda, como sempre.
Beijo