quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

A certeza de ter ido sem permanecer.

Talvez ele não seja assim tão bom quanto parece.Talvez ele só seja mais um, aquele que é, sem nunca precisar ter sido criado nomenclatura.Talvez se ele se importasse mais um poquinho.Talvez se eu não maltratasse tanto ele.Talvez se ele se sentisse destratado.Talvez se fosse mais da gente se pertencer.Talvez ele queira, talvez eu é que não.Talvez passatempo, besteira.Talvez a culpa seja estar de bobeira e arranjar catavento que cria tempestade em forma de redemoinho de papel.Talvez que vá, mas sempre volta.Talvez seja a condição, a solução.Talvez veio de um futuro nem pensado, indagado, saudoso.Talvez que nem crie passado.Talvez que seja só isso.Muito disso.Nada disso.Talvez eu queira acreditar em sentimento.Talvez ele seja velho demais pra sentimento.Talvez que realmente não tenha nada a ver fantasiar, deslumbrar.Talvez.Mas acho que só quero isso mesmo, obrigada por oferecer.
(E não deixar passar do ponto)

8 comentários:

Talita Confusão! disse...

O ponto tem de existir, mas em repulsa à economia de alma. Seria comum demais. E talvez o talvez seja só mais uma máscara para abrandar tudo que vc anseia seguramente e esteja grande demais pra vc querer acreditar. Sorte e muito amor no Novo Ano. Belo texto. Paz e flores.

Vanessa Souza Moraes disse...

Tvz tudo, tvz nada!

ADOREI!

Bjos.

Felicidade Clandestina. disse...

AMEI!!!!!!!!!!!

Um final de ano maravilhoso pra ti flor :**

Jéssica, a antropofágica disse...

Rapazzzzzzz....
Quem brinca com fogo...

"Talvez seja a hora de tu dares o fora!"

Beijos, Flor! E me ouve, mulher!ashuahsuhahs
Amo-te

Ana Luisa Pacheco disse...

Talvez o talvez seja a nossa forma de dizer sim.

ALF disse...

Talvez...
nada fosse tão pouco óbvio quanto ter o desejo e não ir.

Talvez fosse fácil mentir que não iria, se não tivesse a certeza de realmente ter ido.

Talvez tudo fosse um passado, mas quem pode comprovar?

O bom é viver a dúvida, mesmo tendo certeza.

;)

Bonito blog.

Beijos

Vanessa Souza Moraes disse...

Claro, acarajé é super-light, rs.

E.Suruba disse...

belo texto, o talvez deixa muitas perguntas no ar!