sexta-feira, 3 de abril de 2009

Aquela rua/Retratos

Cadê você que não foi pegar na minha mão
Nem sequer foi me ajudar
A atravessar aquela rua
Tão longe de mim
Tão perto de você
Tão perto eu estou de me perder
Tanta solidão nessa escuridão
Que eu estou, a chorar
E a te esperar, por mais uma ajuda
Te amo demais porque me abandonou?Não posso ir atrás de você
Me desculpe se eu te entediei
Mas isso não foi motivo não
Para me deixar e me entregar às traças
Café Colombia
..Uma música que marcou tanto e tanto..mas agora está indo..tentando, tentando[sempre]
Retratos
É quinhentésima vez que você parte, é a vigésima que espero você não volver , e dessa vez eu não me importo que simplesmente não se importe, juro.Daquelas primeiras vezes você disse como quem afirmava:você não gosta de mim.Eu virava os olhos..então como você adivinhou?
-Da próxima eu não mais volto.
E ponto..mas esse ir e vir sempre foi tão constante e a cada volta me sujeitava a ilusão de que "nossa não foi tão sério assim..".E na frente dos nossos amigos tu sorrias e mostrava estar tudo bem, pegava meus cabelos e os enrolava.[ em vão, meus cabelos sempre foram lisos]..éramos um dois bonito,não?
Só que de novo suas manias voltaram e olhar nos seus olhos me deixava doente, as suas palavras se degladiavam com as minhas que não precisavam de muito pra calar tua boca, essa que agora me faz lembrar da vaca que fui nomeada,e o riso de deboche:-quem sofre é você!.É tão insuportável que consegue por si só acabar com a nossa privatização e tem algo que vai te enfurecer, porque eu odeio as suas pernas sobre as minhas, seus beijos sem paixão..e todas as humilhações....eu não perdoei mesmo que seus joelhos já estivessem doloridos sob o chão..mas tudo bem, tudo bem...

7 comentários:

Jaya disse...

Eu li. Me confundi. Fiz cenas. Te vi.

O final, me lembrou Legião. "Giz", das minhas preferidas.

"Tudo beeem...
Lá vem, lá vem, lá vem, de novo
Acho que estou gostando de alguém
E é de ti que não me esquecerei..."

Lembra?

Ah, Ariana. Não sei falar de coração. O meu anda uma zona.

Beijos, frô.

Karol Gonçalves disse...

Pesquisando agora no google Café Colombia,gostei!

Fiquei com raiva por cumplicidade, mas tem horas que devemos terminar com um ponto final e não reticências!

"mas tudo bem, tudo bem..."

BJ,QUERIDA!

meus instantes e momentos disse...

muito bom teu blog.
Muito bom.
Maurizio

Jéssica, a antropofágica disse...

Mas ontem...ontem te vi, em frente a tua casa, tendo os cabelos enrolados novamente.
Lembre-se de Sartre e eu e das indas e vindas que nada significaram...não para ele.
Não seja Jéssica. Ela é uma idiota!
Eu te amo, flor.
Beijos

Magnum Borini disse...

Olá! li umas duas vezes até cair a ficha! mas adorei! muito bom! vou da uma olhda nos outros! gostei do blog! bem simpatico! abração!

Jaya disse...

ATUALIZA!

¬¬

melissa s. disse...

hunn, nem sei se entendi
algo sobre idas, vindas, voltas...
ó triste vida essa dos que amam...

fazer o quê? hein...