segunda-feira, 11 de maio de 2009

3x4

Sou de virgem.Signo de virgem com ascendente em câncer, talvez por isso pese drasticamente os prós e contras de tudo.É o lado racional mais passional que conheço de mim mesma.Sim, de certa forma considero passar uma noite chorando por alguém o suficiente pra notar o desmazelo de quem realmente deixou-me pra trás.Odeio barraco, no máximo um copo de cerveja na cara.De resto prefiro não ficar elocubrando reações das quais nem tive e ignorei as ter a essa altura do campeonato.Realmente chorar é bom, nos dá mais lucidez do quanto estamos mal e que devemos mudar por isso, de resto ficar chorando e chorando, é coisa pra mim sem sentido, isso mesmo, pra quê chorar rios de lágrimas digo durante 3,4,5,6 dias e semanas se o que aconteceu não vai mais mudar?.Não choro, e se choro é forte, estarrecedor mas passageiro.Não costumo falar e falar da minha vida pelos cantos ou me dá como exemplo para os outros, até porque convenhamos eu não sou tão exemplo assim pra ninguém.Ao invés de fazer vestibular pra direito, medicina como minha mãe gostaria, enveredei por comunicação(vou ser pobre mas feliz, espero) aos 17 me mandei de casa, não com o intuito arrogante de fazer minha própria vida, mas sentir teoricamente o gosto da liberdade.Ando sentindo tantos gostos uns valem a pena outros dissaborosos que fazem parte do viver eu acho.Sempre discuti com todos que porventura tivessem entendido mal minhas atitudes ou que quisessem corrigir meus erros, ou não acreditassem em mim..na verdade quase sempre tenho resposta à tudo que diz respeito a mim, e não é o certo?.Gosto de rir muito mais do que qualquer pessoa,rio de meus amigos, com meus amigos e sorrio sozinha mas na maior parte do tempo estão rindo de mim , em qualquer lugar que tenha amigos por perto.sou franca, direta, tenho uma só identidade que me confere vários atributos.amo intensamente a liberdade mas não dispenso companhia principalmente quando da tua perna enroscada na minha.Minha amiga diz que sou temperamental, não sabe o que se espera de mim, é nem eu, mas minha mãe julga todos como uma massa homogênea que deva ter as mesmas reações que ela, e odeia minha cara fechada rechaçando-a, mas tá perdoada.Eu amo,amo muito, crio romances, adoro um amor inventado(qual não é?) aliás deve ser por isso que sempre quebro a cara,me afasto, volto, acalmo a tormenta e parto pra outra como tem que ser, sempre com o resquício vivo na memória.Já criei mais jogos hoje em dia apago rolos do messenger e não volto mais atrás,não ligo quando já foi dito ou subentendido que acabou, sei me por no meu lugar e acho chato quando não conseguem se por nos seus, gosto que massageiem meu ego quando quero e sei massagear dos outros também mas não sustento falso amor.Tenho foco, não vivo pra conseguir um homem e pronto, quero minha carreira meu dinheiro,carro,livros, cd's, dvd's e sapatos.De ilusões já basta as inúmeras poesias que leio, os livros que guardo e a minha memória.Provavelmente eu vou casar, filhos não sei.Amor pra vida inteira, quem sabe, de uma noite desconfio, ou melhor não acredito nunca vivi e nem pretendo viver.Apóio as aventuras sem compromisso e acho justo para as mulheres assim como para os homens.Não sei o que esperar ou fazer com o amanhã, nem quem vai contar a história.Acredito em tarô, búzios, signos, astrologia, quiromancia, é uma forma de me preparar para o que há de vir.Creio que o contexto diz muito da situação. Nunca trai,nem gosto disso, prezo pelo respeito, confiança e estima, podem dizer que é blasé, (toda eu sou blasé com um toque bem trash) e quem faz isso comigo fere tanto que não precisa voltar pra se corrigir, não mesmo, não perdoo, fico indiferente e ponto final.Sou avessa a confusão, me estresso rapidamente, observo muito as pessoas.prefiro os animais cachorro, gato, preguiça, papagaio.Sinto uma saudade doentia.Agora tô solta no mundo sem identidade e resto de documentos que comprovariam a minha existência, e a mim mesmo que existo.temo morrer indigente, mas é só uma brincadeira de mal gosto.Na verdade não gosto de expor minha vida desse jeito, mas até eu tinha que saber um pouco mais de mim pelas minhas próprias palavras, serviço prestado.até.

13 comentários:

Lo. disse...

Eu que acredito em astrologia posso afirmar que ser virgem com ascendente em câncer diz muita coisa sobre alguém, rs. E não tô nem aí pra quem diz que é besteira. No mais, eu acho que ser sagitariana me faz ser uma pessoa completamente diferente de tudo que eu li aqui, mas é interessante colocar pra fora, ver como tu te enxerga e te lê. Legal. :)

Patrique Lima disse...

Arica, PQP! cada dia que passa tu estas escrevendo melhor, de forma clara e objetiva, e dessa forma consegui nos levar há subjetividade que so tu consegui! sou teu FÃ e tu sabe, né!?

Te adoro! saudades

bjus

Kelson Rocha disse...

Uahuuuuu!

Jester disse...

Também sou de Belém.

Jaya disse...

Eu já disse que tinha lido, e amado. Você é coisa mais fofa de Zaya, zenteeeee! (:

Te ler assim, toda você, é lindo. Linda.

Beijoca, Ariana frô.

gabriela m. disse...

eu choro sabe.
choro hoje, porque assim amanhã, não chorarei mais.

/comigo funciona.
:}

. fina flor . disse...

libriana que sou, um signo depois do seu, sou o avesso... passional mais do que gostaria.... mas sempre sobrevivo.

a maturidade me ensinou a não chorar por vários dias também.....

beijos, querida e boa semana,

MM.

Lari'Lissa Aisha disse...

Achei de uma atitude tremenda de definir, ainda mais hj que a gnt escuta e le por ai de uns meios intelectuais que definir 'e limitar-se.
Entao que se limitar em ser si proprio nao 'e bom. 'E s'o mais um monte de Bl'a retorico.
Gostei muito mesmo do seu blog.
Bom, bjos e at'e mais.

Lissa. que tb 'e de setembro.

Filipe Garcia disse...

Achei você corajosa por ter "aberto as cortinas" assim, pra gente. Aliás, prazer! Posso dizer que conheço de você, agora. Não muito, claro - isso seria pretensão.

E isso de ser blasé, ah, toca aqui, vai. Sou blasé demais, hehehehe. Sem toques de trash nem nada.

Beijo!

Jaya disse...

Pensei que tivesse algo, aqui. ALGO NOVO!

Nasca disse...

você é mais que de virgem viu..
tem um 'quê' de muita outra coisa nisso tudo ..

:*

Jester disse...

Primaveras,
É bom também ter um lado bem dramático... Daquele que se acaba numa fossa, do contrário não teríamos metade das belas músicas e poemas que já foram feitos. As pessoas hoje buscam a tal da "qualidade de vida" e acabam se tornando bem superficiais. Acho que criar um blog é um passo no sentido de combater essa visão pouco romântica e chata do mundo atual. Mas isso é só uma opinião.
Beijo!

Anônimo disse...

Tu és de virgem em câncer. Eu deveria te odiar, Ariana. hahahaha Mas, já que nem tudo que a gente deve é o que a gente faz, estou cá desconstituindo algumas das regras básicas do zodíaco e gostando das características apresentadas.

B.M.