terça-feira, 9 de junho de 2009

Eu ía..

Mas resolvi voltar, só pra dizer:

-Só me resta crer que não tem bula meu remédio.
Porque eu acho que me perdi numa excursão que fiz na tua certeza e na contradição
[que não tem cura, e nem volta].




-Onde guardei a fé em nós?
Uma flor, ao Teatro Mágico.

11 comentários:

Boo disse...

Que lindo aqui guria!
No fundo sempre somos a enfermidade, o enfermo e a cura... mas nem sempre as coisas se fazem tão claras a ponto que a entendamos como de fato é... Fica bem!

ps: linkada (:

Nasca disse...

ta aí.. um "coração que não se cansa de ter esperança" ..

'acho que me perdi numa excursão que fiz pra lua..' TM é mesmo trilha de muitos momentos de nossas vidas..

embora muito seu esse momento ele é meio nosso. volte, volte mais vezes nem que seja pra dizer que não vai mais voltar..

Nasca disse...

quase me esqueço..
uma flor pra ti :*

Rafael disse...

Gostei daqui.
Se puder passa no meu ali.
Bjs

Jaya disse...

Ariana,

As cores. Pensei que fosse pegar um vermelho e ver, pra eu enxergar Amelie de uma vez. (:

Tá lindo, aqui!

Me silêncio, perante o post. O TM. Você. Levo umas flores, apenas. Deixo o perfume.

E um beijo.

Lo. disse...

Há dois anos eu também tomo remédio sem bula. Devo estar mais doente então?!

Jester disse...

Recebi e imprimi o seu comentário. Guardei-o na minha pasta. Muito Obrigado, de verdade!

Jaya disse...

Eu vim bisbilhotar. E vi que meu comentário ali diz: vermelho e ver. "Ver" = verde. Certo?

Hauhauhauahua.

Atualizaaaaaaaaaaa, frô.

Besito.

gabriela; disse...

Que lindo. Doce. Único.

Rafael disse...

Seu legal é muito blog.

Emerson Souza disse...

Muito bom.
Bjus.