sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Firulas

Meu jeito virginiana de ser:

Te pressenti no ínicio de uma nova canção/Onde costuma morar o coração/E dei pra imaginar o timbre da sua voz/Seu jogo de cena/Seu texto pra me conquistar.


"Até que nem tanto esotérico assim
Se eu sou algo incompreensível, meu Deus é mais..."

6 comentários:

Fernanda disse...

E sabe que depois de ler teu texto percebi que nunca consegui entender os virginanos,ah..os signos...

Matheus N. disse...

mas pra saber que isso é lindo não precisa ser de signo algum.. quer dizer, se você fosse de áries talvez eu duvidasse, mas sendo virginiana .. já posso, também, imaginar


:*

Bê Matos disse...

A gente pressente as coisas assim, né? Parece coisa de filme.

Beijo

Helen O. disse...

Acho que te amaria...
Mesmo que fosses de leão =x

"Pq o que é contigo, não é com mais ninguém"

bjs, Ariranha XD

HOHOHOHOHOHOHO!

Jéssica, a antropofágica disse...

[...]"Eu não estou interessado
Em nenhuma teoria
Nem nessas coisas do oriente
Romances astrais
A minha alucinação
É suportar o dia-a-dia
E meu delírio
É a experiência
Com coisas reais"[...]


A música que sempre te canto quando começas com esses teu devaneios...rs


[Amo-te mesmo com esse teu jeito "Mãe Diná" de ser]

Jaya disse...

Virginianos já estragaram minha vida.

Nunca vi ser mais indecifrável.

É, eu não tinha nada pra dizer e disse isso. Hoho.

Beijinhobeijinhotchatchau.